ABIQ
Notícias

Notícias > Mercado Nacional de Lácteos

Mercado de leite de búfala cresce acima de 20%
18/10/2018

 

O mercado de queijo fino fabricado com leite de búfala no Brasil cresce acelerado. Números da associação de criadores e órgãos oficiais informam que o percentual varia de 20% a 30% ao ano. E a tendência é continuar subindo. Nesse ritmo, bastante otimista, os proprietários do Laticínios Almeida Prado, de Bocaina (SP), um dos maiores e mais modernos do país, praticamente dobraram a produção em dez anos. Eram perto de 5.000 litros ao dia e hoje suas fêmeas deixam 8.000 litros diariamente nas ordenhadeiras, enquanto clássicos de Mozart, Strauss, Tchaikovsky e outros tranquilizam o ambiente na sala fria.
 
Todo o volume de leite é industrializado lá mesmo e transformado em 13 tipos de queijos. “Pedidos aumentam e estimulam a produção e o investimento. Os queijos são destinados a nichos de mercado que pagam bem, cujo porte aumentou e continua evoluindo nos últimos anos.

 

Esse mercado não foi prejudicado pela crise econômica”, diz Mariana de Almeida Prado, advogada que se dedica à queijaria de fino trato. Ela é filha de Maria Cecília de Almeida Prado, que fundou a casa no ano de 1980 . No início, Cecília adquiriu seis fêmeas e um macho e os levou para a Fazenda Rio Pardo, onde o laticínio está instalado.
 
Muçarela de búfala (Foto: João Paulo/Divulgação)
 
Segundo Mariana, a muçarela lá fabricada frequenta mesas de restaurante estrelados de São Paulo, como Fasano e Maní. Pode ser comprado na Casa Santa Luzia. “Recebemos o dobro pelos nossos produtos em relação ao queijo mais simples, porém, as exigências para a fabricação são rígidas e são necessários investimentos pesados e constantes. Nosso plantel, por exemplo, é formado somente por animais PO (puros de origem) da raça murrah, originária da Índia.”
 
Ela diz que não percebeu queda na comercialização nos três últimos anos de economia em crise. “O paladar do brasileiro está se sofisticando e ele sabe apreciar o queijo de búfala, uma iguaria. O preço não é obstáculo”, diz Mariana, acrescentando que o latícinio cresce 10% ao ano há duas décadas.
 
Hoje, o rebanho de búfalos no Brasil (corte e leite) é estimado em 1,8 milhão, e eles estão espalhados por todas as regiões, especialmente o Norte, que responde por 70% do plantel, informa a Associação Brasileira dos Criadores de Búfalos, sediada em São Paulo. 

Fonte: Revista Globo Rural, por Sebastião Nascimento

Voltar

Veja também:
 
  Commodities Agrícolas
 
  Diversos
 
  Mercado Internacional de Lácteos
 
Mercado Nacional de Lácteos
 
  Pesquisas de Mercado
 
  Varejo Internacional
 
  Varejo Nacional
 

Endereço: Praça Dom José Gaspar n° 30 - 10° Andar - Centro - São Paulo - SP
Tel/Fax: (11) 3259-9213 / 3259-8266 / 3120-6348 - Desenvolvimento: Interpágina