Notícias

Os preços dos lácteos estão sob pressão

18, outubro, 2018

Os preços dos lácteos está sob pressão, já que a produção de leite na Nova Zelândia sobe e supera confortavelmente os níveis de um ano atrás. Os economistas avaliam que a produção no decorrer a temporada será crucial.
 
A continuar os níveis atuais, mais quedas poderão ter os preços. Economistas do banco ANZ disseram que a queda de 1,9% no GlobalDairyTrade de quarta-feira significa que os preços estão chegando aos menores níveis dos últimos dois anos. “Os preços das commodities da Nova Zelândia de um modo geral estão “nadando contra a maré” mundial há algum tempo, com a desaceleração do crescimento global e as dificuldades comerciais pressionando uma série de commodities agrícolas”. O ANZ reduziu a previsão do preço do leite para NZ$ 6,40/kgMS nessa temporada. Anteriormente, o ANZ estava de acordo com a projeção da Fonterra, NZ$ 6,75/kgMS.
 
Os economistas do banco BNZ cortaram de NZ$ 6,60, para NZ$ 6,30/kgMS, enquanto os economistas do Westpac baixaram de NZ$ 6,50 para NZ$ 6,25/kgMS.
 
“Suspeitamos que o forte início de temporada esteja pesando nos preços. A produção de leite na Nova Zelândia cresceu 4,6% em agosto, e com previsão de que possa superar em 5% a temporada anterior. As informações são de que a maioria dos agricultores de diversas regiões tinham condições muito favoráveis em setembro”, disse Anne Boniface, economista do Westpac.
 

O economista Nathan Penny, do ASB, disse que os preços globais dos lácteos caíram 14,5%. “Além disso, os preços estão agora em seu menor nível desde outubro de 2016, em dólares norte-americanos. Em dólar kiwi, no entanto, a queda anual é de 2,4%, muito mais modesta”, completou.

Fonte: TerraViva, outubro de 2018

Voltar

ABIQ Associação Brasileira das Industrias de Queijo

Praça Dom José Gaspar, Nº 30, 10º andar
01047-901 - São Paulo - SP
Tel.: (11) 3259-9213 / 3259-8266 / 3120-6348